Início / Art / Livros / MAUS – A História de um sobrevivente

MAUS – A História de um sobrevivente

Primeiramente devo salientar que esse review se mistura um pouco com a minha vida, porque não há como falar sobre “MAUS – A História de um sobrevivente”, sem que eu (como qualquer outro de origem judaica)  não identifique com ela.   Já tinha ouvido falar nesse livro, e como estava chegando a feira do livro …

Visão crítica

Narrativa - 10
Impacto da História - 10
Originalidade - 10
Estrutura dos Capítulos - 10
Avaliação do Gênero - 10
Arte Gráfica - 9.5

9.9

NOTA

Resumo: MAUS - A História de um sobrevivente, conta a história de um sobrevivente do holocausto, porém rica em detalhes.

User Rating: 4.27 ( 5 votes)
10
Primeiramente devo salientar que esse review se mistura um pouco com a minha vida, porque não há como falar sobre “MAUS – A História de um sobrevivente”, sem que eu (como qualquer outro de origem judaica)  não identifique com ela.

 

Já tinha ouvido falar nesse livro, e como estava chegando a feira do livro de Porto Alegre, como todo bom porto alegrense que se finge de culto, fui visita-la. Perguntei sobre esse livro em algumas bancas, mas ninguém soube dizer, alguns até pensaram que era mangá, quando já estava indo embora olho de relance e vejo esse livro exposto me chamando, e como não sou mal educado fui lá. Folhei, mas quando vi o preço me assustei tava mais caro que pela internet!! Rapidamente fechei e larguei ele, mas estava com minha mãe, que com todo seu intrometimento típico controlador judeu, pegou da minha mão antes de eu larga-lo, e claro, né ! Achou caro também, mas sabe como é judeu sempre querendo negociar, e perguntou o preço apesar de já ter visto. O vendedor olhou o livro, folheou e disse: – O que tu quer lendo histórias em quadrinhos ? Minha mãe não esperava essa resposta e só disse onde eu pago, então o vendedor disse ali ao lado, foi então que eu falei: – Nem dá vontade de pagar por esse livro.

 

Bem essa “história em quadrinhos” desmerecida pelo vendedor, nada mais é que o livro mais famoso sobre o holocausto, e o mais verdadeiro pois conta a história do que aconteceu por dentro do holocausto, sem nenhuma censura, a verdade nua e crua como ela é.

 

A história é a seguinte: Art Spiegelman conta a história de seu pai Vladek, um judeu polonês que sobreviveu ao holocausto e ao campo de concentração Auschwitz-Birkenau, até ai já vimos vários livros assim, porém MAUS, foi além descreveu com detalhes como Vladek conseguiu sobreviver a toda essa barbaridade, desde a troca de relógios de ouro por pão, a bunker detalhados em desenhos, MAUS definitivamente é constatado por todos que já leram que não seria melhor descrito se não fosse por quadrinhos, Spiegelman negou todos os pedidos para ir ao cinema ou virar uma serie de tv.

 

Acho que o impacto deve ter sido maior em mim, pois mesmo aqui no brasil meu vô construiu um bunker, na escadaria de sua casa, não cheguei a conhecer meu vô, mas devo imaginar o porquê dessa paranoia, só fico triste que a maior parte desse lado da minha família, querem destruir a casa, depois que minha vó morreu, bando de franceses com ar de blasé.

 

Mas isso não vem ao caso, filhas da mãe a história também tem uma sacada genialmente irônica onde nazistas são representados como gatos, judeus como ratos, poloneses como porcos, franceses sapos e meus parentes como gambás. Essa introdução que fiz, não fiz só por fazer, pois ela está em todo o livro de MAUS, porque é uma história real contada por um judeu, com todos seus problemas típicos.

 

E conforme nosso padrão da disseminação da informação gratuita, segue abaixo o livro em 2 duas partes, ou quem quiser negociar por alguma coisa, sacomé

 

Sobre Rodrigo Jacques

Alguns dizem que sou Narcisista, mas na verdade não sou... Até me identifico com um personagem Grego, mas não o Narciso e sim Zeus.

Comentários

  1. […] este texto quando o Rodrigo escreveu o post ” Maus – a história de um sobrevivente ( http://nerdwiki.com/maus-a-historia-de-um-sobrevivente/) ” eu soube o rumo que este blog iria tomar: textos e conteúdos que agregam valor ao […]