Início / Art / Culinária Nerd / Morte Lenta

Morte Lenta

Morte LentaPrimeiramente tenho que falar que já comi em vários restaures que muitos consideram como bons e tudo mais, aqueles tipos de restaurantes que você come antes de sair pra comer, e volta com fome e sem dinheiro, masssssss hoje quero falar sobre o nosso fast-food maroto de cada dia, aquele hot-dog esperto que você sempre come quando não sabe o que vai comer.

 

Em Porto Alegre onde moro existem vários lugares considerados bons para comer um fast-food como em qualquer outra capital do brasil, mas mesmo assim eles são só bons, não tem aquele gostinho de “quero mais” (tipo a propaganda do Tang), porémmmm um dia comi um hot-dog do centrão aquele que muitos chamam de “morte lenta”, – E cara, o gosto era muito bom; então fiquei pensando muito sobre o porquê dele ser tão bom assim, e criei algumas “teorias” sobre o “Morte Lenta”:

 

1- Fome:

Quem está disposto em arriscar a sua saúde comendo um hot-dog do centrão no meio da poluição e de toda aquela sujeira, é lógico que deve estar com muita fome, uma fome que até um pão puro parece ser o melhor do mundo.

 

2- Padronização

Na Inglaterra por volta do século XVIII, se originou o movimento é sexy que se caracterizava por fabricar produtos em grandes escalas denominado industrialização, e isso até hoje é refletido em nossa sociedade.

 

Logicamente para atender um maior número de pessoas temos que excluir as minorias, o que é moralmente errado na nossa sociedade, mas em questões financeiras, que se foda a moral o importante é o dinheiro, e pensando nisso, no caso dinheiro grandes empresas de vários ramos até mesmo ramo de flores, mas no caso ramo de fast-food, tendem a excluir ingredientes que muitos não gostam, como por exemplo pimenta e etc, assim generalizando as pessoas como um todo, que é errado mas não deixa de estar errado (não sei ainda); MASSS o brodi da carrocinha lá do centrão ? éééé, ele tá pouco se fudendo com essas “historinhas de industrialização”, é tá certo pois a clientela dele come na carrocinha dele porque é barato, e porque a fome tá foda, eles geralmente não tem direito a muitas escolhas come o que tem, e isso faz dele ser o melhor lugar para se comer um hot-dog maroto de cada dia.

 

3 – Sujeira

Alguns dizem que o toque especial que esses hot-dogs tem, por incrível que pareça é a sujeirinha das unhas do rapaz que faz, ou da poluição dos ônibus, isso tudo parece muito anti-higiênico mas existe até uma associação chamada “Amigos da sujeira” que promove uma nova visão sobre a culinária e sua higiene na nossa sociedade, existe até um grupo dentro dessa sociedade que publicou um livro chamado “Sujeiras estrangeiras” que aborda os diferentes tipos e sabores de sujeiras ao redor do mundo.

 

Agora basta você escolhe a sua teoria e comer o que quiser, onde quiser, e tirar uma onda de Cult por aí.

Sobre Rodrigo Jacques

Alguns dizem que sou Narcisista, mas na verdade não sou... Até me identifico com um personagem Grego, mas não o Narciso e sim Zeus.